Pesquise

segunda-feira, 4 de abril de 2011

ÁS ÀGUAS DO RIO PIRANJI

autor: Emídio Mendes
registrada no CBB

menino olha o tempo
olha se vai chuver
é que o rio está enchendo, enchendo
corre no rio pra ver
menino o que é aquilo dali
que vem arrancando tudo pelo chão
mãe são ás águas da barragem alcodões
meu deus, o que será de nós que moramos por aqui
às margens do rio Piranji
sei que vai ser uma grande devastação
causadas pelas águas da barragem alcodões
Refrão:
corre filho, corre, corre que não temos tempo a perder
deixa tudo por ai senão vamos ser arrastados pelas águas do rio piranji
corre filho, corre, corre que não temos tempo a perder
deixa tudo por ai senão vamos ser arrastados pelas águas do rio piranji
mãe e a nossa casinha, o que vai ser dela então
filho esqueça da nossa casinha
vamos lutar pela nossa salvação
mãe não estou sendo ligeiro
e lá vem um balseiro
mãe se eu não conseguir
lembre de mim nas chuvas de janeiro

domingo, 3 de abril de 2011

MINHA TERRA

letra: Emidio Mendes
Musica: Emidio Mendes

minha morena, minha vida meu amor
minha terra saudade inesquecível
da minha casinha do lugar onde eu nasci
morando ali lá alto pé morro
onde a noite a lua se faz alumiar
onde a noite a lua se faz alumiar
onde eu sinto o cheiro da morena
na sua rede a balançar
arrumando os cabelos querendo namorar
arrumando os cabelos querendo namorar, oi
por onde passa o rio correndo pro mar
e a morena atravessa
no pó do sol querendo a noitar
no pó do sol querendo  a noitar, oi
onde eu ouço o sabiá cantar
no galho do chapadeiro
cantar, cantar, nas tardes de janeiro, oi
cantar, cantar, nas tardes de janeiro,
onde eu perdi a minha quando ainda nem sabia falar
é grande a saudade dela que me faz chorar
é grande a saudade dela que me faz chorar,oi
saudade do meu velho pai
que tanto trabalhou por lá
ah, que homem ligeiro
não tinha medo de nada, nem mesmo dos cangaceiros
não tinha medo de nada, nem mesmo dos cangaceiros
mas por força do destino tudo ali um dia teve que abandonar
arrumou as trouxas e nos tirou de lá
nos levou pra cidade grande, pra não aprender só o B-A -BA
dentre outras coisas que aprendi Iaiá
foi ser amigo do povo do lugar, oi
dentro outras coisas que aprendi Iaiá
foi ser amigo do povo do lugar,oi
hoje, é só saudade que aquela terra me dar
mas enquanto vida eu tiver Iaiá
vou andar por lá, oi
é na noite de lua cheia Iaiá
que mais saudade dali me dar,oi
é na noite de lua cheia Iaiá
que mais saudade dali me dar, oi